Itanhaem 2017 muito mais que noticias.

Fluminense 3 x 2 Santos - Gols & Melhores Momentos (HD)

Por: Litoral 24 horas 14/05/2017 14:34

 

O Fluminense também vinha de uma semana desgastante: o vice no Campeonato Carioca e a derrota para o Liverpool no Uruguai por 1 a 0, resultado que ainda lhe garantiu classificação na Copa Sul-Americana. O atacante Richarlison disse que a vitória sobre o Santos "foi importante para acabar com a tentativa da imprensa de colocar crise no clube".

 

O Santos, apesar do desgaste, foi a campo com o que tinha de melhor. A exceção foi o zagueiro Cleber, poupado por conta de dores musculares. Dorival Júnior escalou o volante Yuri improvisado na zaga. E ele acabou falhando no primeiro gol de Henrique Dourado, que o antecipou com facilidade. Jean Mota foi outro que jogou fora de posição e teve atuação ruim. Improvisado na lateral esquerda, o meia cometeu pênalti que gerou o segundo gol de Henrique Dourado e pouco apareceu no ataque. Zeca e Caju, os dois laterais de origem, estão machucados, assim com o atacante Copete, outro que poderia atuar por aquele setor.

O que vem por aí

Os dois times têm compromissos difíceis na quarta-feira: o Fluminense encara o Grêmio, em Porto Alegre, pelas oitavas de final da Copa do Brasil (jogo de ida); já o Santos enfrenta o The Strongest, na altitude de La Paz, pela quinta rodada do Grupo 2 da Libertadores. Se vencer, o Peixe se classifica e garante a primeira colocação na chave. Se perder ou empatar, fica tudo para a última rodada, quando receberá o Sporting Cristal, do Peru.

Pelo Brasileirão, o Santos volta a jogar no sábado, contra o Coritiba, na Vila Belmiro. Já o Fluminense encara o Atlético-MG, domingo, no Independência, em Belo Horizonte. 

 
Henrique e Ricardo Oliveira, em disputa de bola no jogo Fluminense x Santos (Foto: Celso Pupo/Agência Estado)
Henrique e Ricardo Oliveira, em disputa de bola no jogo Fluminense x Santos (Foto: Celso Pupo/Agência Estado)

 

Henrique e Ricardo Oliveira, em disputa de bola no jogo Fluminense x Santos (Foto: Celso Pupo/Agência Estado)

 

 

O jogo no Maracanã

No calor das 11h no Maracanã, o Fluminense começou a mil e o Santos parecia de ressaca. Foram três minutos de pressão tricolor. Só três minutos. Até que o placar fosse aberto: Léo fez bela jogada pela esquerda, com direito a drible da vaca sobre Victor Ferraz, e cruzou para que Henrique Dourado se antecipasse a Yuri e desviasse para o gol. Prêmio merecido para o único time que começou a jogar assim que o árbrito deu o apito inicial.

Só depois do gol o Santos acordou. Jogadores como Ricardo Oliveira e Lucas Lima passaram a se movimentar, dando opção para os passes. O Fluminense, em vantagem e ciente da proposta de posse de bola do Santos, se fechou, esperando a chance de um contra-ataque na velocidade de Wellington Silva e Richarlison.

 
Comemoração do gol de pênalti de Henrique Dourado, do Fluminense, contra o Santos (Foto: André Durão)
Comemoração do gol de pênalti de Henrique Dourado, do Fluminense, contra o Santos (Foto: André Durão)