Itanhaem 2017 muito mais que noticias.

Dólar segue exterior e avança sobre o real, de olho em cena política local

Por: Litoral 24 horas 13/08/2015 11:42

Dólar segue exterior e avança sobre o real, de olho em cena política local

O dólar opera em alta ante o real nesta quinta-feira (13), batendo o patamar de R$ 3,50, ao acompanhar a valorização da moeda norte-americana nos mercados externos, com investidores adotando cautela enquanto aguardavam novos desdobramentos no campo da política no Brasil.
 

Por volta das 11h20, a moeda norte-americana subia 1,08%, a R$ 3,5122, após atingir R$ 3,4794 na mínima da sessão.Veja cotação. 

Já o índice que acompanha a variação do dólar em relação a uma cesta de divisas avançava cerca de 0,45%, mesmo após o banco central da China tentar tranquilizar investidores sobre a depreciação do iuan.

"Não há mais um pânico generalizado, mas o mercado ainda está bastante tenso", disse o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

A aproximação da presidente Dilma Rousseff com o presidente do Senado Federal,  Renan Calheiros (PMDB-AL), tem trazido algum alívio ao mercado, golpeado pela maior crise política desde o governo do ex-presidente Fernando Collor. No entanto, operadores ressaltavam que o quadro ainda é de cautela e que qualquer surpresa pode desencadear novos saltos do dólar.

Na véspera, Dilma ganhou mais 15 dias para responder a questionamentos do Tribunal do Contas da União (TCU) sobre as contas de 2014, questão que sustenta especulações sobre eventual impeachment da presidente. Dilma também disse que não cogita renunciar ao cargo e que não acredita que as chamadas "pautas-bomba" vão proliferar no Congresso Nacional.

Nos mercados externos, a desvalorização do iuan continuava no centro das atenções. A pressão era menos intensa, no entanto, devido aos esforços do banco central chinês para trazer aos alívios aos mercados financeiros ao afirmar que não há motivo para o iuan cair mais por conta dos fortes fundamentos econômicos do país.

"Parece que, mesmo que o iuan desvalorizar mais, vai ser gradualmente", disse o operador de uma corretora nacional, sob condição de anonimato.

Mais tarde, o Banco Central brasileiro dará continuidade à rolagem dos swaps cambiais que vencem em setembro, com oferta de até 11 mil contratos, equivalentes a venda futura de dólares.

Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,67%, a R$ 3,4744.

Na semana, o dólar acumula queda de 0,96%. Em agosto, há alta acumulada de 1,45%. No ano, a moeda já subiu 30,68%.

Demo : jPlayer Android Fix